Notícias

Bateira Erveira navega nas águas do Esteiro de Canelas

Quarta, 14 de Novembro

O presidente do município, José Eduardo de Matos, referiu que “hoje a Erveira é futuro, é vida, é dinâmica e mais-valia. Só com paixão foi possível reunir o mestre construtor, os autarcas de Canelas, o BioRia e todos os que se interessaram pelo renascimento da Erveira”, concretizando ainda mais uma ideia que tem norteado a ação municipal: “Virar Estarreja para a Ria”, afirmou durante a sessão do bota-abaixo da embarcação no último sábado à tarde, com a presença de muitos populares e benzida pelo Pároco local.

Por sua vez, o presidente da Junta de Freguesia de Canelas manifestou a sua satisfação pelo momento acrescentando que os três anos de trabalho a partir da primeira hora em que foi lançada a ideia, valeram a pena, até como oportunidade de aprendizagem. A iniciativa revitaliza uma embarcação já extinta, que em tempos era exclusiva do sul do concelho de Estarreja.

“Para muitos canelenses cumpre-se o sonho de ver novamente a Bateira Erveira de Canelas navegar nas águas do nosso esteiro”, dizia o autarca Miguel Valente, presidente da Assembleia de Freguesia de Canelas. O BioRia e o projeto Estação-Viva fizeram reemergir a embarcação típica do Baixo Vouga Lagunar, nomeadamente da freguesia de Canelas e originária do concelho.

Na sessão surgiram as palavras de apreço e reconhecimento ao mestre Manuel Pires que “desde a primeira hora aceitou o desafio de ressuscitar a Bateira Erveira de Canelas. Não sendo barqueiro de profissão, aceitou recorrer ao conhecimento do passado e às memórias de seu pai, mestre Arnaldo Barqueiro, e fez ressurgir esta peculiar embarcação só característica dos campos do Baixo Vouga”, sublinhou Miguel Valente.

Futuramente, o BioRia pretende utilizar a bateira para a realização de visitas ao “coração” do bocage, que de outra forma não seriam possíveis. O coordenador do BioRia, Norberto Monteiro, explicou e mostrou o caminho percorrido e as conquistas sucessivas, muito reconhecidas – até como um dos 12 melhores  lugares do mundo para conhecer – nomeadamente agora com as visitas por água às valas características da freguesia.

Financiada pela Câmara Municipal de Estarreja e pelo PACOPAR - Painel Consultivo Comunitário do Programa Atuação Responsável, envolvendo um valor global de 3380€, a construção da bateira concretizou-se no âmbito do projeto Estação-Viva, instalado no antigo edifício do Apeadeiro de Canelas.

Mais informações sobre esta embracação: http://www.cm-estarreja.pt/newstext.php?id=8162

video http://www.youtube.com/watch?list=UUfOVKz7telHGAcFov8phfBg&v=_pgbvK1AIQE&feature=player_embedded

 

Bateira Erveira navega nas águas do Esteiro de Canelas Bateira Erveira navega nas águas do Esteiro de Canelas Bateira Erveira navega nas águas do Esteiro de Canelas Bateira Erveira navega nas águas do Esteiro de Canelas Bateira Erveira navega nas águas do Esteiro de Canelas